Serra Talhada Tributo a Virgolino A Celebração do Cangaço

Por Paulinho Muniz / Dom Pablito

Segunda-feira, 22 de Julho de 2019 17:17
Categoria: Evento, Festa, Cultura, Esportes, Lazer,


O município de Serra Talhada, Sertão de Pernambuco, ganhou na última terça- feira,16, três estátuas que homenageiam os cangaceiros Lampião, Maria Boni
Blog do Abelhudo

Obras de artes confeccionadas pelo artista pernambucano de Sanharó, Zaldo Mendes, que já tem uma larga experiência na área, serão, segundo uma parcela da população, mais um atrativo turístico para a Capital do Xaxado.

 

 

O município de Serra Talhada, Sertão de Pernambuco, ganhou na última terça- feira (16) três estátuas que homenageiam os cangaceiros Lampião, Maria Bonita e o Zabelê, que é filho natural da capital do xaxado. A cerimônia de inauguração está marcada para o dia 24 deste mês, durante a abertura do evento “Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço”.

 

 

As estátuas, de 1,90m de altura, ficarão expostas num pedestal na área externa do Museu do Cangaço, no Parque da Estação Ferroviária de Serra Talhada, bairro São Cristóvão. O museu é gerido pela Fundação Cultural Cabras de Lampião.

Confeccionadas pelo artista pernambucano, Zaldo Mendes, que já tem uma larga experiência na área, serão, segundo uma parcela da população, mais um atrativo turístico para a Capital do Xaxado.

O Enredo e a Peça

Uma história que começa em meados dos anos oitenta, com a montagem da peça teatral "A Chegada de Lampião no Inferno" – diga-se de passagem, com Anildomá e Giovanni Sá – o segundo fazendo o papel de Lampião, foi quando comentou-se pela primeira vez sobre a possibilidade de ser colocada uma estátua de Lampião em Serra Talhada. Tudo se resumiu às conversas de bastidores e mesas de bares dos meninos do teatro. Depois, no início dos anos noventa, essa ideia toma corpo, agora com plebiscito, canais de televisões e jornais do país inteiro emitindo opiniões, divulgando uma polêmica sobre se Lampião era herói ou bandido. 
 

História

Em 1991, um plebiscito decidiu pela construção de uma estátua em homenagem a Lampião, uma discussão acalorada que ganhou as páginas dos jornais da época. De acordo com a Justiça Eleitoral de Serra Talhada, 76% dos eleitores (2.289 pessoas) votaram pelo “sim”, contra 22% do “não” e 0,8% de abstenções.

 A falta de dinheiro, além de divisões políticas, impediu o inicio da construção das obras que já estão em Serra Talhada desde 2018, mas não foram colocadas no local imaginado por questões burocráticas. Segundo a presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião, Cleonice Maria, responsável pelo Museu do Cangaço, algumas pessoas, assim como em 1991, prometem vandalizar as peças, mas ela diz não ter medo das ameaças.

A fundação vem desenvolvendo, desde 1991, um trabalho de conscientização para que as pessoas da cidade enxerguem Lampião e o Cangaço como símbolo de resistência.

 

 

Fonte; Carlos Britto e Assis Ramalho - Blogs - Pagina de Zaldo Mendes - Elizardo Mendes é sanharoense, professor, artista plástico, escutor e pintor. Tem dezenas de obras espalhadas pelo nordeste.

 


Leia mais Sobre Evento, Festa, Cultura, Esportes, Lazer,



Comente ou Compartilhe em Sua Rede Social