Remuneração da juíza do Tribunal de Justiça de Pernambuco chega a mais de hum milhão em novembro

Por Paulinho Muniz / Dom Pablito

Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019 13:44
Categoria: Comportamento, Estilo de Vida, Cotidiano, Atualidades


Férias acumuladas turbinam rendimentos de desembargadores e juízes; tribunal alega que pagamentos estão previstos em lei
Blog do Abelhudo

TJPE Remuneração dos desembargadores e juízes chamam atenção pelo altíssimo valor pago

A média dos valores recebidos por 53 desembargadores do Tribunal de Justiça de Pernambuco, incluídos na folha de pagamento do mês de novembro, já com os descontos obrigatórios, é de R$ 206.411

O Tribunal de Justiça de Pernambuco paga rendimentos líquidos a juízes e desembargadores que chegam a até R$ 853 mil líquidos.

Os dados indicam que 25 desembargadores, o que corresponde a 47,1%, receberam acima de R$ 200 mil. Treze, o que representa 24,5% do efetivo, conforme dados públicos do tribunal, ganharam em novembro mais de R$ 300 mil líquidos.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo desta quarta-feira, 11, a média dos valores recebidos por 53 desembargadores incluídos na folha de pagamento do mês de novembro, já com os descontos obrigatórios, é de R$ 206.411.

Ao analisar toda a folha de pagamento, que engloba servidores, juízes e desembargadores, a campeã é a juíza Marylusia Pereira Feitosa de Araújo. O rendimento bruto da magistrada, que atua na vara de violência contra a mulher, no Recife, foi de R$ 1.298.550,56.

Ao analisar toda a folha de pagamento, que engloba servidores, juízes e desembargadores do TJPE, a campeã é a juíza Marylusia Pereira Feitosa de Araújo.

O rendimento bruto da magistrada, que atua na vara de violência contra a mulher, no Recife, foi de R$ 1.298.550,56.

De acordo com dados do TJ-PE, ela recebeu R$ 1.251.328,5 apenas de “vantagens eventuais”. O salário-base dela é R$ 33.689,11.

 

Neste item, estão inclusos o “abono constitucional de um terço das férias, indenização de férias, antecipação de férias, gratificação natalina, antecipação de gratificação natalina, serviços extraordinários, substituição, pagamentos retroativos, além de outras desta natureza”.

Pelo sistema de transparência do TJ-PE, não é possível saber em qual ponto específico incide o rendimento.

A juíza ganhou pouco mais de R$ 9.000 a título de “vantagem pessoal”, que contabiliza adicional por tempo de serviço, quintos, décimos e vantagens decorrentes de sentença judicial ou extensão de permanência. Ela também recebeu R$ 3.368,91 de gratificações.

Quatro ganharam mais de R$ 400 mil e um acima de R$ 600 mil.

A matéria revela que a folha de pagamento do tribunal teria pago a 77,3% dos desembargadores neste mês valores acima de R$ 100 mil líquidos. 

 

Os 20 maiores rendimentos líquidos em novembro divulgados pela Folha e pagos pelo TJPE a magistrados foram os seguintes: 

 

R$ 853.002,43
Marylusia Pereira Feitosa de Araújo (juíza da capital)

 

R$ 695.742,49
Fausto de Castro Campos (desembargador)

 

R$ 506.709,61
João José Rocha Targino (juiz lotado na assessoria da presidência)

 

R$ 487.928,58
Janduhy Finizola da Cunha Filho (juiz da corregedoria auxiliar extrajudicial)

 

R$ 458.128,15
Demócrito Ramos Reinaldo Filho (desembargador)

 

R$ 424.353,76
Leopoldo de Arruda Raposo (desembargador)

 

R$ 421.538,29
José Ivo de Paula Guimarães (desembargador)

 

R$ 403.532,10
Saulo Fabianne de Melo Ferreira (juiz da capital)

 

R$ 397.284,69
Antônio Carlos Alves da Silva (desembargador)

 

R$ 381.698,18
Fábio Eugênio Dantas de Oliveira Lima (desembargador)

 

R$ 374.936,70
Francisco José dos Anjos B de Mello (desembargador)

 

R$ 357.744,07
Bartolomeu Bueno de Freitas Morais (desembargador)

 

R$ 347.854,99
Abner Apolinário da Silva (juiz da 4º Vara do Tribunal do Júri da capital)

 

R$ 345.302,66
Fernando Cerqueira Norberto dos Santos (desembargador)

 

R$ 344.652
Karina Albuquerque Aragão de Amorim (juíza da capital)

 

R$ 340.131,91
Marcos Antionio Tenorio (juiz na cidade de Pesqueira)

 

R$ 338.966,99
Silvio Romero Beltrão (juiz lotado na assessoria especial da presidência)

 

R$ 338.065,87
José Fernandes de Lemos (desembargador)

 

R$ 337.284,71
Jovaldo Nunes Gomes (desembargador)

 

R$ 331.100,89
Adalberto de Oliveira Melo (desembargador e presidente do TJ-PE)

Fonte: Jornal folha de São Paulo: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/12/remuneracao-a-juiza-do-tj-pe-chega-a-mais-de-r-1-milhao-em-novembro.shtml


Leia mais Sobre Comportamento, Estilo de Vida, Cotidiano, Atualidades



Comente ou Compartilhe em Sua Rede Social