A Poesia de Robson Aquino - A Tal Fotografia

Por Paulinho Muniz / Dom Pablito

Segunda-feira, 08 de Março de 2021 07:18
Categoria: Movimento Cultural - Cultura, Eventos e festas


A semente lançada rumo à terra; Ninguém pode dizer que germinou; Nem se a mão que na foto lhe atirou; -Farturou- com seus frutos à sua mesa
Blog do Abelhudo

A tal fotografia

a) Por Robson Aquino (*)

 

Entre pequenos retângulos alinhados

Um sorriso infinito de contente

Duas mãos que se uniram para sempre

Juventude jamais envelhecida

A verdade que não é distorcida

E a mentira flagrada em covardia

Que da máquina, um click, pararia

O eterno momento passageiro

Sempre acessa a luz do candeeiro

No registro da tal fotografia

 

O que o olhar refletir, se eterniza

Solidão sempre desacompanhada

A ideia infinita de estrada

Será mais inquieta do que antes

E o que parecia ser um instante

Foi além como um toque de magia

Que parada estancou o que podia

Transformando o talvez em absoluto

Ao estático momento, um tributo

No registro da tal fotografia

 

A semente lançada rumo à terra

Ninguém pode dizer que germinou

Nem se a mão que na foto lhe atirou

“Farturou” com seus frutos à sua mesa

O colar no pescoço da princesa

Brilhará como os olhos de Maria

Na janela olhando a sua cria

A correr pelo meio do quintal

Um retrato, por certo, imortal

No registro da tal fotografia

 

Um buquê atirado pela noiva

Que parou entre a sua e outra mão

A tentar descobrir qual coração

Viverá a espera desejada

As cadeiras postadas na calçada

Um luar que a todos contagia

Uma colcha bordada de alegria

Na história terá o seu lugar

Toda cena não se pode alterar

No registro da tal fotografia

 

A criança parada frente à bola

Um momento de total incerteza

Retratada a mais pura das belezas

Do encanto ao objeto desejado

O real e o que foi sempre sonhado

Tão presentes naquela sinergia

Que quem vê se encharca de alegria

Quer entrar dentro daquele retrato

É cabível o concreto e o abstrato

No registro da tal fotografia

(*) Autor: Antonio Robson Maciel Aquino - Robson é sanharoense, poeta, cordelista e cronista. É escritor e colaborador pioneiro do Blog Oabelhudo.


Leia mais Sobre Movimento Cultural - Cultura, Eventos e festas



Comente ou Compartilhe em Sua Rede Social