História - Prefeitos de Arcoverde - Por Pedro Salviano

Por Paulinho Muniz / Dom Pablito

Terça-feira, 27 de Abril de 2021 10:19
Categoria: História; Curiosidades; Outros


Resgatando as imagens de todos os prefeitos, nesta proximidade do centenário do município
Blog do Abelhudo

Prefeitos de Arcoverde

a) Pedro Salviano Filho

 

(Prédio 1 - PM de Arcoverde (antigo) - Prédio 2 - Atual sede da PM Arcoverde na Rua Cap, Arlindo Pacheco Albuqerque)

 

    O chefe do poder executivo é o prefeito. Eleito a cada quatro anos (geralmente em um domingo de outubro), ele tem funções e atribuições que visam a qualidade de vida da população, pela elaboração de políticas públicas para saúde, educação, habitação e etc, executando o planejamento, implementação e concretização das obras conforme o poder do erário público.

    Ele não governa sozinho e depende do apoio político da câmara municipal e dos governos estadual e federal.

    Resgatando as imagens de todos os prefeitos, nesta proximidade do centenário do município, aproveitamos para compilar os principais aspectos da vida política arcoverdense. Muitos dos nossos prefeitos já foram homenageados com nomes de ruas, agora melhor identificadas.

    Mais informações  https://bit.ly/3uHHgbu , https://bit.ly/3tb9rim e   https://bit.ly/3dRcIMi.

 

1º prefeito - Antônio Japiassu (1928-1930)

 2º - Ernesto Lima Rodrigues da Silva (1930)

3º -Luís Coelho Alves Silva (1930-1934)

 4º -  Antônio Napoleão Arcoverde (1935)

 5º - Severino Andrade Oliveira (1935)

 6º -  Odete Vital Oliveira (1935)

7º - Gumercindo Cordeiro A. Cavalcanti (1936-1937)

 8º - Delmiro José Freire (1937-1939)

9º - Olímpio Marques Oliveira (1939-1943)

10º - José Oliveira Pessoa (1943-1945)

 11º - Severiano Brito Freire (1945-1947)

12º - Severiano José Freire Filho (1947-1951)

13º -  Otacílio Moraes (1951-1955)

14º -  Murilo Oliveira Lira (1955-1959)

 15º -  José Cursino Galvão (1959-1963)

16º - Antônio Franklin Cordeiro (1963-1969)

17º -  Giovanni Rodrigues Porto (1969-1973)

18º - Arlindo Pacheco Albuquerque (1973-1977)

19º -  Áureo Howard Bradley (1977-1983)

20º -  Ruy de Barros Correia Filho (1983-1988)

21º -  Julião Julu Guerra Neto (1989-1992)

 22º -   Erivânia Camelo Almeida (1993-1996)

 23º - Rosa Maria Lins de Albuquerque de Barros Correia (1997-2000) / (2001-2004)

24º -  José (Zeca) Cavalcanti Alves Júnior ( 2005-2008) / (2009-2012)

  25º - Maria Madalena Santos de Britto (2013-2016) / (2017-2020)

26º -  Wellington Cordeiro Maciel (01-01-2021 a 28-02-2021) Cassação/Afastado

27º -  Weverton Siqueira-Siqueirinha (28-02-2021) - Prefeito Interino

Bibliografia

1928 - Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág.55: Antônio Japiassu«[…] Sua eleição ocorreu a 30 de setembro de 1928, portanto poucos dias após a emancipação política do município. Tomou posse no dia 15 de novembro do mesmo ano. […] O movimento revolucionário, irrompido no dia 4 de outubro de 1930, dissolveu logo em seguida, no dia 6, a Câmara dos Deputados, o Senado, os Conselhos Municipais e considerou demitidos todos os prefeitos. Desta forma,  foi interrompido o mandato do primeiro prefeito eleito de Rio Branco.»

1930 - Município de Arcoverde (Rio Branco). Cronologia e outras notas. 1982. Luiz Wilson. Pág. 128: «O Dr. Carlos de Lima Cavalcanti (Interventor Federal em Pernambuco), nomeia para nosso prefeito, seu primo e amigo, Ernesto Lima, a quem, no dia seguinte, conta-se que alguns inimigos apontam em uma velha foto, a um grupo de soldados do Estado da Paraíba, em Rio Branco, como inimigo da Revolução. Ernesto viaja para o Recife com o cel. Antônio Japiassu (seu velho amigo) e tenho a impressão que, com o Dr.   Getúlio César, agrônomo-chefe de nosso “Campo de Criação”. Era desejo do Dr. Carlos de Lima mandar um contingente da Polícia do Estado para garantir  a sua posse, desistindo Ernesto, no entanto, de nossa Prefeitura e sendo nomeado  Prefeito de Rio Branco, Luís Coelho Alves da Silva (Dr. Luís Coelho), amigo também do Cel. Antônio Japiassu  e de Ernesto (mais tarde, em 1932, padrinho de Luís Coelho Filho), “tomando posse no dia 13  de outubro».

1930 – Roteiro de Velhos e Grandes Sertanejos. III volume. 1978,  Luiz  Wilson. Pág. 947. «Luiz Coelho Alves da Silva chegou a Rio Branco, recém formado, no dia 20-07-1920. Foi o terceiro prefeito nomeado do município (ou, na realidade, o segundo), nomeado em outubro de 1930, logo após a Revolução, pelo então Interventor Federal em Pernambuco, Dr. Carlos de Lima Cavalcanti, tendo permanecido no cargo até os primeiros meses  do ano de 1935. O primeiro prefeito (eleito) foi o Cel. Antônio Japiassu. O 2º (nomeado), mas que não chegou a tomar posse no cargo) foi Ernesto Lima Rodrigues da Silva. [...] Foi mais ou menos a partir de sua época na prefeitura do município, que Rio Branco como que começou a perder o aspecto de uma das vilazinhas perdidas no interior do Estado.»

1935 – Roteiro de Velhos e Grandes Sertanejos. I volume. 1978,  Luiz  Wilson. Pág. 307. «Antônio Napoleão Arcoverde seria depois secretário da Prefeitura de Rio Branco, prefeito (interino), vereador e um dos mais notáveis homens de imprensa do interior do Estado»

1935 – Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos.

Pág.85: «Como consequência da renúncia de Antônio Napoleão Arcoverde, Severino Andrade de Oliveira assumiu a prefeitura em 1935, na qualidade de substituto eventual do secretário que acabara de renunciar para candidatar-se  a vereador. Logo em seguida demitiu-se do cargo.»

1930 - Município de Arcoverde (Rio Branco). Cronologia e outras notas. 1982. Luiz Wilson. Pág.142. «Substituiu o Dr. Luís Coelho como prefeito de Rio Branco, Antônio Napoleão (Secretário da Prefeitura), que alguns meses depois se afasta do cargo para ser candidato a vereador em nossas eleições de 8 de outubro de 1935. Entrega, então, o lugar a seu substituto eventual Severino Andrade, que o passa para Odête  Oliveira, este o transmitindo ao 2º prefeito eleito do município, Gumercindo Cordeiro de Albuquerque Cavalcanti, que toma posse a 15 de agosto de 1936, depois das eleições suplementares de duas urnas anuladas, realizadas a 6 de maio.»

1936 Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág. 93. «A posse de Gumercindo Cordeiro de Albuquerque Cavalcanti ocorreu no dia 15 de agosto de 1936, quatro dias após sua diplomação.»

 

1937 Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 97.  «Com a implantação do Estado Novo, consequência do Golpe de Estado de 10 de novembro de 1937, o Interventor Federal, Dr. Agamenon Sérgio de Godoy Magalhães (1893-1952), nomeou prefeito do município o Cel. Delmiro José Freire, assumindo este no dia 13 de dezembro de 1937. Deu-lhe posse o Juiz de Direito da Comarca, Dr. Natanael Tavares de Gouveia Marinho. Esteve à frente do governo municipal por dezessete meses, ou seja, até o dia 25 de maio de 1939.»

14-12-1937 Diario do Estadobit.ly/1FZElOy , 2ª col.: «1ª seção. Dia 14 de dezembro de 1937 - Pelo ato n. 278-A, de 7 do corrente, foi nomeado Delmiro Freire para exercer o cargo de prefeito do município de Rio Branco [...].»

 1939 – Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 103. «O tenente Olímpio Marques Oliveira, que esteve à frente do executivo de 25 de maio de 1939 a 23 de setembro de 1943, realizou muitas obras. [...].»

1939 – Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 105. «José de Oliveira Pessoa. Nomeado no Estado Novo pelo interventor Federal em Pernambuco Agamenon Sérgio de Godoy Magalhães, dirigiu o município de 1943 a 1945, em substituição ao tenente Olimpio.»

10-04-1945 – Diário Oficialbit.ly/1OFA4RC, 1ªcol.: «O sr. Interventor Federal assinou os seguintes atos: N. 818 - O Interventor Federal no Estado resolve nomear  Severino [Severianode Brito Freire para exercer o cargo de Prefeito do município de Arcoverde, ficando exonerado, a pedido, o atual, José de Oliveira Pessoa.»

 

1945 – Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 113. «Severiano de Brito Freire foi nomeado prefeito de Arcoverde, ainda no Estado Novo, dirigindo o município no período de 1945 a 1947. [...] Era sobrinho de Severiano José Freire, que morava em Paudalho e, por conseguinte, primo do filho deste, Dr. Freire Filho, que o sucederia no governo municipal.

06-11-1947 - Diário da Noite (RJ), bit.ly/1IyPhnt, 4ª col.: «(RJ) Recife, 6 (Meridional) - Urgente. A primeira Câmara Municipal a tomar posse, em Pernambuco, após o pleito municipal recentemente realizado, foi a da cidade de Arcoverde. O prefeito eleito de Arcoverde é o sr. Freire Junior [Filho], médico e sobrinho do senador Vitorino Freire. Como se sabe, a Coligação Democrática foi a vencedora do pleito em Arcoverde.»

 

1947 – Município de Arcoverde (Rio Branco). Cronologia e outras notas. 1982. Luiz Wilson. Pág.163. «Elege-se prefeito de Arcoverde, [Dr. Severiano JoséFreire Filho (12º prefeito do Município e o 3º eleito. 1947-1951).»

 

1951 – Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 129. «Nesta ocasião [1951] Arcoverde (57ª  Zona Eleitoral) contava com 4.785 eleitores. Através da coligação PSD-UDN-PRP, Otacílio Moraes obteve 1.553 votos contra os 904 do seu adversário, Antônio Napoleão Arcoverde (PTB).»

1955 - Município de Arcoverde (Rio Branco). Cronologia e outras notas. 1982. Luiz Wilson. Pág.183. «A 3 de outubro, eleições para presidente da república e vice-presidente, prefeito, vice-prefeito e vereadores do município, elegendo-se  Murilo de Oliveira Lira para prefeito de Arcoverde e Arcelino de Siqueira Brito para vice-prefeito, empossados no dia 15  de novembro.»

1959 Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 151.  «Em 1959, através de uma coligação PSD/UDN, Dr. José Cursino Galvão enfrentou o candidato Antônio Napoleão Arcoverde (PTB) em eleições para prefeito, saindo vitorioso.»

1963  - Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 159. «Antônio Franklin Cordeiro Sobrinho. O sétimo prefeito eleito de Arcoverde era popularmente conhecido como Antônio Lomba.»

1969  – Município de Arcoverde (Rio Branco). Cronologia e outras notas. 1982. Luiz Wilson. Pág.201. «Antônio Franklin Cordeiro Sobrinho, 7º prefeito eleito de Arcoverde, tendo tomado posse a 5 de novembro de 1963, teve o seu mandato prorrogado até 1969, sendo eleito, então, prefeito do município, o professor Giovani Rodrigues Porto (8º prefeito eleito de Arcoverde[...].»

1973 - - Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 191. «O nono prefeito eleito de Arcoverde e décimo oitavo na sucessão, Arlindo Pacheco de Albuquerque, nasceu em Arcoverde a 14 de abril de 1918 [...]. Foi eleito a 15 de novembro de 1972. Tomou posse no dia 31 de janeiro de 1973 e governou até 31 de janeiro de 1977.»

1977 - Município de Arcoverde (Rio Branco). Cronologia e outras notas. 1982. Luiz Wilson. Pág.215. «Áureo  Bradley elege-se prefeito do município de Arcoverde (1977-1981), sendo depois o seu mandato prorrogado até janeiro de 1983. Vice prefeito Antônio Franklin.»

1983 - Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 195. «Ruy de Barros Correia Filho, médico cardiologista, foi o terceiro arcoverdense a dirigir os destinos de sua própria cidade. [...]»

1989 Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 205. «Julião Julu Guerra Neto, quarto médico a dirigir os destinos da capital do sertão nasceu na cidade de Correntes, estado do Piaui.  [...]»

1993 - Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 219. «Erivânia Camelo de Almeida nasceu em Buíque  [...]. Foi eleita a 3 de outubro de 1992 e tomou posse a 1º de janeiro de 1993.»

1997 (2001)  - Arcoverde. História político-administrativa. 1995. Sebastião Calado Bastos. Pág; 195. «A professora  Rosa [Rosa Maria Lins de Albuquerque de Barros Correia] disputou a eleição para a prefeitura em 1992, quando obteve 8.959 votos, ficando em segundo lugar, vez que a candidata eleita, Erivânia Camelo, conseguiu 10.412 votos. »

15-09-1998 - Diario Oficialhttps://bit.ly/3a4FuZY  3ª col. Resumo histórico da cidade (70 anos de emancipação), com numeração cronológica dos prefeitos; «23º Rosa Maria Lins de Albuquerque de Barros Correia, que tomou posse em janeiro de 1997.»

Fonte: Pedro Salviano Filho - É arcoverdense, ex-aluno do Colégio Cardeal Arcoverde, médico-cirurgião. Reside em Ivaiporã-PR. - Publicado originalmente no Jornal de Arcoverde, edição Abril-2021


Leia mais Sobre História; Curiosidades; Outros



Comente ou Compartilhe em Sua Rede Social