Como são boas as Mídias Sociais, porém

Por Paulinho Muniz / Dom Pablito

Sábado, 11 de Setembro de 2021 07:50
Categoria: Artigo Opinião Pensamento


- Vejo muita gente dedicando a maior parte do seu tempo olhando para os celulares, deixando de dedicar tempo a outras coisas importantes da vida
Blog do Abelhudo

Como são Boas as Mídias Sociais (*)

-  ...A comunicação social instantânea também tem seus perigos e precisa ser utilizada da maneira correta para ser efetiva...

Pois é. Eu também acho. E não faço distinção de canal ou ferramenta, seja CELULAR, EMAIL, WHATS APP, FACEBOOK, INSTAGRAM, FIRECHAT, HANGOUTS, STORIES, SNAPCHAT, ZOOM, MESSENGER, CHROME, JABBER, TEAMS, MEET... não importa. O importante é que:

- Reatei contato com velhos amigos que há mais de 40 anos não nos comunicávamos;

- Mesmo à distância, consigo manter comunicação com amigos e familiares, “tete a tete”, “face to face” ou através de mensagens instantâneas;

- Dá para fazer e assistir lives e até tomar umas à distância com os amigos, comemorando como se estivéssemos juntos na mesma mesa de bar;

- Trabalho à distância, evitando perda de tempo com trânsito e riscos de exposição. Quanta produtividade!

- Faço transações financeiras sem ir ao banco... quem tem saudade daquelas longas filas?

- O custo? Imagina se fosse possível localizar e falar com tantos amigos, até ao mesmo tempo, através do telefone lá da casa de Maria Olinda em Sanharó!

Que maravilha, então!!!!! Comunicação instantânea com os 4 cantos do planeta!!!!

Opa! Calma! A comunicação social instantânea também tem seus perigos e precisa ser utilizada da maneira correta para ser efetiva, pois:

- Vi amizades de décadas se desfazerem pelo uso dessas ferramentas para discussões político-partidárias. Uma mensagem enviada é como uma flexa disparada: não dá para desfazer; só esperar o estrago.

- Vejo muita gente dedicando a maior parte do seu tempo olhando para os celulares, deixando de dedicar tempo a outras coisas importantes da vida, principalmente a elas mesma. Como se pode estar em uma roda de conversa presencial e se comunicar com aqueles que ali estão pelo Whatsapp? Parece-me insano.

- Ah. E golpes via internet? Vemos o tempo todo gente caindo em armadilhas de golpistas e perdendo dinheiro. Há riscos de intrusão através de ransonware, adware, malware, fishing, perfis falsos, roubo de conta, sequestro e todo e qualquer tipo de golpe.

- Aborrecimentos por mandar determinados assuntos ao grupo errado, apenas porque, num lapso de tempo e desatenção, “apertou o dedo”. Gente perdeu emprego por isto: usou a internet da empresa para divulgar informações confidenciais, disparar conteúdos racistas, pornográficos etc.

- Pior: abdicamos da maior convivência com a família e com os mais próximos. Usar celular durante as refeições parece que já virou rotina. Aliás, os usuários nem respeitam esses momentos íntimos, nos ligando justamente nesses horários.

- A privacidade do usuário? Ixi! pode esquecer. Nossos dados estão em todo e qualquer lugar. E quando abrimos demais nossas ferramentas mais ficamos expostos.

- A ciência já constatou que o uso descontrolado da plataforma pode causar problemas físicos e psicológicos: causa dependência e problemas nas articulações, coluna, ...e por aí vai.

Então, no “frigir dos ovos”, quer dizer que não vale a pena usar mídias sociais?

Não é isso. Vale e muito a pena. O que precisamos é conhecer e usar responsavelmente as redes sociais e os aplicativos de mensagens instantâneas. Lembre-se também de adotar boas regras de uso e de convivência. Não deixe que o barato saia caro e que você seja prejudicada pelo uso indevido da ferramenta.

Cuide bem da sua privacidade... e dos seus amigos.

É o que penso.

(*) Autor: Elder Aquino  -  Carlos Elder Maciel Aquino é sanharoense radicado em São Paulo. É graduado pela UFPE, e atua no mercado financeiro. É consultor e palestrante, cronista e escritor. É especial e pi0oneiro colaborador do Blog Oabelhudo.


Leia mais Sobre Artigo Opinião Pensamento



Comente ou Compartilhe em Sua Rede Social